21 de dezembro de 2010

Cineclube Guaxupé 23 e 30/dez

Cineclube Guaxupé apresenta
Especial Tarkovsky

23/12- quinta-feira


Filme: Solaris
Ano: 1972
Direção: Andrei Tarkovsky
Duração: 165 min

Sinopse:
Solaris é um planeta distante, que vem sendo constantemente estudado, e cujo mistério sobre seu oceano ainda não foi esclarecido, nem seus efeitos. Por falta de interesse e resultados, a solarística está morrendo; aliado a isto, os membros na estação espacial que orbita o planeta estão sendo afetados pelo oceano. Por conta disso, o psicólogo Kelvin - conhecido de um dos doutores da solarística e amigo de um dos tripulantes - é mandado para a estação para averiguar a situação. Lá, ele percebe aos poucos que Solaris é, mais que um planeta, um espelho da alma.

30/12- quinta-feira

Filme: Stalker
Ano: 1979
Direção: Andrei Tarkovsky
Duração: 163 min

Sinopse:
Após a suposta queda de meteoritos numa região do planeta, esta adquire propriedades estranhas e é chamada de Zona. Dentro da Zona, diz a lenda haver o Quarto, que seria um lugar onde todos os desejos são realizados. Temendo que a população invada a Zona à procura do Quarto, o exército a isola, mas eles próprios não têm coragem de entrar lá. Apenas alguns poucos, chamados Stalkers, têm habilidade suficiente para entrar e sobreviver lá dentro. Um dia, um escritor famoso e um físico contratam um Stalker para os guiarem ao Quarto, sem exatamente saber o que procuram.

Serviço:

Hora: 18:00
Local: Museu Histórico e Geográfico de Guaxupé
(Rua Coronel Antônio Costa, 55 - próximo à Catedral)

Entrada Gratuita


Realização:
Instituto 14 Bis

Apoio cultural:
Beerock/ Cine 14 Bis/ TecTer/ Sicoob Acicredi/ Prefeitura Municipal de Guaxupé




16 de dezembro de 2010

Fundo Estadual de Cultura: edital aberto

Lançado Edital 2010 do Fundo Estadual de Cultura

O edital 2010 do Fundo Estadual de Cultura (FEC) já está com as inscrições abertas. O prazo para apresentação de projetos pela modalidade “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis” vai até 08 de fevereiro de 2011. Já para o “Financiamento Reembolsável”, as inscrições podem ser feitas entre os dias 1º e 10 de cada mês, até a publicação do próximo edital, em 2011. A quinta edição deste mecanismo de fomento da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais apresenta algumas mudanças que visam aprimorar suas ações, como alterações expressivas em seus instrumentos legais. Assim, a entidade que não tiver no Estatuto, Contrato Social ou Contrato Consolidado o caráter prioritariamente cultural poderá apresentar projetos, desde que os objetivos e as ações propostas sejam estritamente artístico-culturais.

O FEC continua representando, cada vez mais, um importante mecanismo de fomento e incentivo à cultura ao apoiar projetos que, tradicionalmente, encontram maiores dificuldades de captação de recursos no mercado. Os projetos aprovados vão desde a edição e distribuição de livros, edição de DVD's, produção de CD's, à construção e reforma de cinemas e compra de equipamentos para estúdio musical e preservação e divulgação do patrimônio histórico e cultural.

Presente em todas as regiões do Estado, o FEC confirma sua relevância em prol do desenvolvimento cultural mineiro, já que mais de 86% dos projetos aprovados foram apresentados por entidades do interior. Desde 2006, ano de sua criação, foram disponibilizados mais de R$ 28 milhões para a modalidade “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis”, contemplando 397 projetos em 177 municípios.

Para aprimorar suas ações, a Secretaria de Estado de Cultura passou a exercer a gestão financeira da modalidade “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis”, antes sob a responsabilidade do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais – BDMG. Nesse contexto, a Superintendência de Fomento e Incentivo à Cultura – SFIC e a Diretoria do Fundo Estadual de Cultura passaram a gerir os recursos financeiros, a partir da publicação em 2009 do Decreto nº 45.159. A mudança refletiu na independência e controle no fluxo de recursos, através de uma maior agilidade e rapidez no andamento e execução dos projetos aprovados. Em função do caráter diferenciado da modalidade de “Financiamento Reembolsável”, o BDMG permanece exercendo o papel de agente financeiro com o objetivo de viabilizar a análise econômica, jurídica e financeira dos projetos.

Depois do sucesso alcançado em 2009, com um expressivo número de projetos aprovados, em 2010, além das entidades de direito público, as entidades de direito privado sem fins lucrativos também poderão apresentar até dois projetos, sendo que um deverá ter como foco proposições que visem ao fomento e à promoção do patrimônio imaterial referente à área do Artesanato Tradicional. O valor permitido para o segundo projeto é de até R$ 15 mil.

O objetivo com a novidade é mostrar a expressiva herança popular do Estado, assim como a possibilidade de identificação de outras culturas e modos de vida. O resultado esperado é destacar a identidade cultural, além da difusão e fruição das tradições mineiras que refletem um modo de viver próprio, convergindo para o fortalecimento da diversidade cultural.

Quem pode se inscrever

Na modalidade ‘Liberação de Recursos Não Reembolsáveis’, podem se inscrever, exclusivamente, as entidades de direito público (prefeitura ou fundação de natureza cultural vinculada à prefeitura) ou pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos, com objetivo e atuação culturais, que apresentem projetos artístico-culturais.

Na categoria ‘Financiamento Reembolsável’, podem se inscrever as pessoas jurídicas de direito privado, com ou sem fins lucrativos, também com objetivo e atuação culturais, que apresentem projetos que visem à criação, à produção, à preservação, à divulgação de bens, às manifestações culturais no Estado e à realização de investimentos fixos e mistos, inclusive aquisição de equipamentos, relativos a projetos de comprovada viabilidade técnica, social, cultural, econômica e financeira, compatíveis com os objetivos do FEC.

Durante o período de inscrições, os projetos poderão ser enviados pelos Correios ou entregues pessoalmente na Superintendência de Fomento e Incentivo à Cultura da Secretaria de Estado de Cultura (Cidade Administrativa de Minas Gerais, Prédio Gerais, 5º andar, Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/nº - Bairro Serra Verde – Belo Horizonte – CEP 31630-901). Horário de 10:00 às 16:00 horas.

O edital está disponível no www.cultura.mg.gov.br.
Mais informações:  (31) 3915-2719.


Atenciosamente,

Flávio de Tarso
Diretor do Fundo Estadual de Cultura



Léa Cury convida



Mais informações:


14 de dezembro de 2010

Cineclube Guaxupé 17/dez

O Cineclube Guaxupé apresenta:


Filme: Domésticas
Ano: 2001
Direção: Fernando Meirelles e Nando Olival
Duração: 90 minutos
Classificação: 12 anos

Sinopse:
Lançado em 2001, Domésticas, o Filme já mostrava o talento e a versatilidade de Fernando Meirelles, cineasta que mais tarde seria consagrado pelo longa Cidade de Deus, um dos maiores sucessos do cinema brasileiro. Alternando momentos de humor e tragédia, Domésticas retrata o cotidiano destas trabalhadoras, que além do trabalho duro em casas e apartamentos, têm que sobreviver em meio ao caos da cidade de São Paulo. André Abujamra assina a trilha sonora, mesclando composições originais com sons de eletrodomésticos, rodos e vassouras. Paralelamente, o radinho das protagonistas revela verdadeiras pérolas da música popular interpretadas por nomes como Sidney Magal, Amado Batista e Waldick Soriano.

Confira o trailer:

Serviço:

Data: 17/12/2010 - sexta-feira
Hora: 18:00
Local: Museu Histórico e Geográfico de Guaxupé
(Rua Coronel Antônio Costa, 55 - próximo à Catedral)

Entrada Gratuita

Mais informações:


 
Realização:
Instituto 14 Bis

Apoio cultural:
Beerock/ Cine 14 Bis/ TecTer/ Sicoob Acicredi/ Prefeitura Municipal de Guaxupé



9 de dezembro de 2010

Curso de Iniciação Teatral

Sem motivos para rir

O encerramento do Curso de Iniciação Teatral do Instituto 14 Bis, que tem o apoio da Prefeitura de Guaxupé, aconteceu neste sábado, dia 4, no Teatro Municipal, com apresentação do espetáculo “Sem Motivos para Rir”. Em seguida, aconteceu a cerimônia de entrega dos certificados de participação, com a presença de Mauri Palos e Levi Valderramos, vereadores, e Marcos David, Secretário de Cultura.

Sob a orientação de Laise Vieira, professora e coordenadora do projeto, os alunos apresentaram no espetáculo alguns trabalhos desenvolvidos durante o curso, com textos de Lourenço Mutarelli, Luís Fernando Veríssimo e outros. Mesmo “sem motivos para rir”, a plateia deu boas risadas.

Os atores demonstraram que foram alunos aplicados, e a direção do espetáculo, muito competente. Para o professor Luiz Pazotti de Freitas Smaira, pai da Clara, aluna do curso, tudo que é realizado com empenho e vontade só pode oferecer bons resultados: “Superou minhas expectativas, esperava um teatro amador e não foi”.

“A apresentação, em si, foi um espetáculo, mas, para os envolvidos, mais um exercício aberto de seleção de textos e construção de personagens, contando com espectadores”, explica Laise. Segundo ela, o propósito do curso foi alcançado, “muito satisfatoriamente”. E dá a dica: O Instituto tem o Núcleo de Pesquisa Teatral 14 Bis, para aqueles que quiserem se aprofundar na área.

Neste projeto, o 14 Bis não teve como objetivo final a formação de um espetáculo, mas apresentar aos participantes técnicas teatrais, por meio da consciência corporal e vocal, além das diversas funções envolvidas na produção de uma peça.

No decorrer do ano, o curso ofereceu quatro oficinas práticas - Cores e Batuques do Povo Brasileiro, com Rodolfo Bonifácio; de Interpretação Teatral, com a atriz Natasha Zanetti; de Criação Teatral – Performance, com Nathália Imbrizi e Musicalidade e Ritmo no Teatro, com Jovane Oliveira e Valéria Semar - e teóricas, com profissionais de diversas áreas sobre temas específicos, como Luciano Plez, Lauro Baldini, Adilson Ventura, Aline Moraes, Mauri Palos, entre outros. A equipe contou também com Tuany Mancini, a monitora do projeto, e Faustino dos Santos, que orientou a execução da trilha sonora.

“Existem pessoas com potencial e um espaço adequado, que é o Teatro Municipal. É só seguir em frente, investir na formação e manutenção de um grupo de teatro, que faça várias apresentações durante o ano, para levar mais pessoas ao teatro. Sem motivos para rir foi o ponto de partida”, opina Smaira. Laise concorda: “Hoje em dia, os próprios integrantes do curso sabem apreciar uma peça de teatro.”

Sheila Saad




8 de dezembro de 2010

Cineclube Beerock no Museu

O Cineclube Beerock re-exibe neste mês os documentários*:


Sex Pistols - Never Mind the Bollocks
Ano: 2002
Direção: Matthew Longfellow
Duração: 48 minutos

Motorhead - Ace of Spades
Ano: 2004
Direção: Tim Kirkby
Duração: 48 minutos

Classificação: Livre

Sinopse:

Produzida na Inglaterra, a série "Classic Albums" é composta por documentários que mostram as histórias e os bastidores das gravações de grandes álbuns do pop e do rock mundial. Lançado em 1977, Never Mind the Bollocks é o primeiro e único disco dos Sex Pistols. O álbum provocou uma revolução sem precedentes na história do rock, mostrando ao mundo um som simples, visceral e polêmico.
Já Ace of Spades do Motorhead foi lançado em 1980 apresentando uma sonoridade crua, focada no peso e na velocidade. O disco influenciou inúmeras bandas, sendo considerado por muitos como o embrião do thrash metal.

* Haverá a re-exibião desses docs devido a problemas técnicos ocorridos na sessão de novembro.
Serviço:

Data: 10/12/2010
Hora: 18:00
Local: Museu Histórico e Geográfico de Guaxupé
(Rua Coronel Antônio Costa, 55 - próximo à Catedral)


Entrada Gratuita


Lotação máxima: 20 pessoas


Mais informações: 

Realização: Coletivo Beerock

Apoio cultural: Instituto 14 Bis/ Cine 14 Bis/ TecTer/ Sicoob Acicredi/ Prefeitura Municipal de Guaxupé



Curso de Iniciação Teatral em imagens

video

























Edição de vídeo: Tuany Mancini
Fotos: Sheila Saad

4 de dezembro de 2010

Em Campinas: Carlito 2010


Neste dia, acontece a estreia do curta Ao seu lado, com o roteiro de Renata Alves, que também é atriz do Núcleo de Pesquisa Teatral 14 Bis, e direção de Robson Kumode :



2 de dezembro de 2010

Conclusão do Curso Livre de Teatro


Convite

O Instituto 14 Bis de Educação e Cultura convida você para  participar da cerimônia de encerramento do Curso Livre de Iniciação Teatral, desenvolvido em Guaxupé, de março a dezembro deste ano.

Na cerimônia, os alunos receberão os certificados de participação e apresentarão alguns trabalhos desenvolvidos durante o curso, com o título “Sem motivos para rir”.

Será um prazer ter a sua presença neste dia!



Conclusão do Curso Livre de Teatro 14 BIS

Dia: 04/12/10 - sábado
Hora: 20h30min
Local: Teatro Municipal de Guaxupé

Entrada Franca


Apoio cultural: Prefeitura Municipal de Guaxupé e Teatro Municipal

Realização: Instituto 14 Bis

Cineclube no Museu

No mês de dezembro, as sessões do Cineclube serão realizadas no Museu de Guaxupé.
E nesta primeira semana,  o Cineclube Guaxupé apresenta:

 Filme: Disque M para Matar
Ano: 1954
Direção: Alfred Hitchcock
Duração: 105 minutos

Sinopse:
Um dos inúmeros clássicos do mestre do suspense Alfred Hitchcock. Em "Disque M para Matar" um ex-tenista profissional descobre que sua mulher tem um amante e decide eliminá-la para ficar com a herança. Porém, o plano não sai exatamente como o previsto. Baseado em uma peça de teatro, o filme se passa quase todo dentro de um apartamento proporcionando um clima de tensão constante. Destaque para a atuação da musa Grace Kelly que anos mais tarde abandonaria o cinema para se tornar princesa de Mônaco.

Serviço:

Data: 03/12/2010
Hora: 18:00
Local: Museu Histórico e Geográfico de Guaxupé
(Rua Coronel Antônio Costa, 55 - próximo à Catedral)

Entrada Gratuita
 
 
Realização: Instituto 14 Bis
 
Apoio cultural: Prefeitura Municipal de Guaxupé - Beerock - TecTer - Sicoob Acicredi
 

28 Jornada Nacional de Cineclubes em Recife



Pelos Direitos do Público!

RECIFE: CAPITAL MUNDIAL DO CINECLUBISMO

28 Jornada Nacional de Cineclubes, 3 Conferência Mundial de Cineclubismo e Assembléia Geral da FICC - Federação Internacional de Cineclubes serão realizadas em dezembro no Recife


Celebrar a consolidação da rearticulação do movimento cineclubista brasileiro, sua reconhecida liderança e protagonismo no cenário mundial nas lutas pela democratização do acesso à cultura audiovisual, pelo fortalecimento das diversidades e identidades culturais e pelos direitos do público. Estes são os principais objetivos da 28ª Jornada Nacional de Cineclubes, da 3ª Conferência Mundial de Cineclubismo e da Assembléia Geral da FICC - Federação Internacional de Cineclubes que serão realizadas entre 5 e 11 de dezembro em Recife (PE). Organizados pelo CNC - Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros em parceria com a FEPEC - Federação Pernambucana de Cineclubes e com a FICC - Federação Internacional de Cineclubes, os eventos já tem confirmadas as participações de delegados de mais de 250 cineclubes que desenvolvem atividades de difusão audiovisual em todos os 27 estados brasileiros, de representantes de federações nacionais cineclubistas filiadas à FICC - Federação Internacional de Cineclubes em mais 50 países do mundo, de lideranças das principais entidades não governamentais do audiovisual brasileiro e das mais importantes autoridades governamentais da cultura do brasileiros.

Segundo Antonio Claudino de Jesus, presidente do CNC - Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros e Vice Presidente da FICC - Federação Internacional de Cineclubes “neste período,
Recife será momentaneamente a capital mundial do movimento cineclubista e neste sentido,  todas as milhares de pessoas que no mundo inteiro lutam e militam pela democratização do acesso à informação, aos meios de acesso e aos instrumentos do fazer cultural, pelo respeito e fortalecimento das identidades e diversidades culturais e pelos direitos do público, estejam ou não presentes, estarão antenados e acompanhando os debates que acontecerão na capital pernambucana”.

Ainda segundo Claudino de Jesus, a realização destes eventos em Recife além de marcar a consolidação da rearticulação do movimento cineclubista brasileiro iniciada em 2003, fortalecerá ainda mais a liderança e protagonismo que vêm sendo desenvolvidos pelos cineclubistas brasileiros nos últimos anos, quer no cenários dos movimentos do audiovisual nacional ou internacional.

“Estaremos em Recife comemorando os resultados alcançados por um processo iniciado em 2003, numa situação na qual o movimento cineclubista brasileiro se encontrava completamente desorganizado e desarticulado nacional e internacionalmente. Lembro-me bem. Na primeira reunião que foi articulada com o objetivo de resgatar e reorganizar o movimento cineclubista brasileiro, organizada pelo companheiro Leopoldo Nunes, que na época era chefe de Gabinete do Ministro Gilberto Gil, éramos menos que uma dezena de cineclubistas. Tal reunião resultou na realização da 24ª Jornada Nacional de Cineclubes que aconteceu em 2004 durante o Festival de Brasília e que contou com a participação de representantes de cerca de 60 cineclubes brasileiros. Pois bem, sete anos depois, graças a militância de centenas de novos militantes, do apoio e das políticas públicas implantadas pelo Governo Federal (e também de alguns governos estaduais e municipais) fico extremamente feliz em anunciar ao Brasil e ao mundo todo de que hoje o movimento cineclubista brasileiro está vivo e mais atuante como nunca se verificou na história. Prova disso é que nacionalmente, o CNC - Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros conta hoje com cerca de 500 cineclubes filiados e está presente em todos os 27 estados da federação, dentre os quais em pelo menos 5 já conseguimos nos rearticular institucionalmente em nível estadual. E isso ainda é pouco já que sabemos que existem atualmente mais de 1000 cineclubes em atividade no país. Já do ponto de vista da participação e representação institucional junto às instâncias nacionais e internacionais do setor audiovisual temos também muito a comemorar, afinal, restabelecemos, fortalecemos e avançamos muito dentro da proposta inicial que era de apenas recuperar os espaços que tínhamos perdido. Prova disso é que hoje, através do CNC, o movimento cineclubista brasileiro ocupa a vice presidência da FICC - Federação Internacional de Cineclubes, vários cargos na Diretoria Executiva e no Conselho do CBC - Congresso Brasileiro de Cinema, restabeleceu parcerias com as principais entidades não governamentais do audiovisual brasileiro e participa de vários instâncias consultivas e deliberativas governamentais federais, estaduais e municipais.”

Finalizando, o Presidente do CNC declarou: “Temos sim muito a comemorar, mas sabemos que a luta continua e que portanto, precisamos nos manter unidos e molilizados. E este é o sentido e o objetivo maior destes eventos que realizaremos em Recife.”

Política Cineclubista

Já o secretário geral e diretor de comunicação do CNC, João Baptista Pimentel Neto destacou a importância política das atividades que serão realizadas em Recife. “É verdade. Teremos muito a comemorar e celebrar em Recife. É importante porém que seja registrado que durante os eventos acontecerão as eleições para as novas diretorias do CNC - Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros e da FICC - Federação Internacional de Cineclubes.”

Segundo Pimentel, apesar de tratarem-se de assuntos aparentemente de ordem interna no movimento, o resultado destas eleições são da maior importância para o cineclubismo brasileiro e mundial. “A escolha de novos dirigentes para o CNC e para FICC serão certamente um dos temas mais importantes dos eventos, já que serão determinantes para que o processo atual tenha continuidade. Acredito que diante dos resultados que serão apresentados, não encontraremos problemas quanto a continuidade e assim, o movimento cineclubista brasileiro acabará certamente consolidando sua liderança mundial, alicerçada na continuidade do processo que vêm sendo desenvolvido nacionalmente.”

Ainda segundo Pimentel, o maior indicativo disso é que pela primeira vez na história a FICC - Federação Internacional de Cineclubes realiza uma Assembléia Geral na América do Sul, sendo que durante seus 60 anos de existência, tal atividade aconteceu uma única vez fora da Europa. “A Assembléia Geral da FICC só aconteceu fora da Europa há 25 anos atrás, em Cuba. E isso é também um mote comemorativo. E indica que finalmente o Brasil e o movimento cineclubista brasileiro estão prontos e aptos para exercer a lidença mundial.”

Homenagens e atividades paralelas

Durante o evento acontecerão ainda várias atividades paralelas, dentre as quais merecem destaque a realização de várias mostras de cinema nacional e internacional. Como por exemplo a Mostra que reunirá os principais filmes do premiado cineasta iraniano Kamran Shirdel, praticamente inédita no Brasil.

Serão ainda prestadas várias homenagens a personalidades nacionais e internacionais que receberão do CNC o Prêmio “Paulo Emílio Salles Gomes e certificados de reconhecimento aos serviços prestados à cultura, ao audiovisual e ao cineclubismo.

Créditos

A 28 Jornada Nacional de Cineclubes, a 3 Conferência Mundial de Cineclubismo e a Assembléia Geral da FICC - Federação Internacional de Cineclubes são uma realização do CNC - Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros em parceria com a FICC - Federação Internacional de Cineclubes e a FEPEC - Federação Pernambucana de Cineclubes.

São co-realizadores o Governo do Estado de Pernambuco através das Secretarias Estaduais de Cultura e de Educação, da FUNDARPE (Coordenadoria de Vídeo e Cinema), com recursos do FUNCULTURA.

Os eventos contam com o patrocínio do Governo Federal, através do Ministério da Cultura (FNC - Fundo Nacional de Cultura; SE - Secretária Executiva; SAV - Secretaria do Audiovisual;
SPC - Secretaria de Políticas Culturais e SAI - Secretaria de Articulação Institucional / Programa Cine + Cultura e da Representação Regional do Nordeste), do Ministério das Relações Exteriores (Divisão de Promoção Audioviual) e do Ministério da Educação (FUNDAJ - Fundação Joaquim Nabuco).

Várias entidades não governamentais também apoiam os eventos, entre as quais merecem registro: o CBC - Congresso Brasileiro de Cinema; o CBDC - Coalizão Brasileira pela Diversidade Cultural; a ABD - Associação Brasileira de Documentaristas; a ABD/ APECI - Associação de Cienastas de Pernambuco; a ABEPEC - Associação Brasileira de Emissoras Públicas, Educativas e Cultuais, o CPCB - Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, a APCNN - Associação de Produtores e Cineastas do Norte e Nordeste; o Fórum de Festivais; a APIJOR - Associação de Propriedade Intelectual dos Jornalistas; a UFES - Universidade Federal do Espírito Santo, entre outras.

Maiores informações:

28 Jornada Nacional de Cineclubes:

3 Conferência Nacional de Cineclubes

CNC - Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros

João Baptista Pimentel Neto
Secretário Geral e Diretor de Comunicação do CNC
E-email: 28jornada.Comunicacao@cineclubes.org.br
Cel: 11.84927373


22 de novembro de 2010

Cineclube no Festival Culturama

Festival Culturama apresenta no Cineclube Guaxupé


Filme: Nina
Ano: 2004
Direção: Heitor Dhalia
Duração: 85 minutos

Sinopse:
Longa de estréia do diretor Heitor Dhalia (O Cheiro do Ralo). Livremente inspirado no romance "Crime e Castigo" de Dostoiévski. "Nina" combina o visual soturno dos filmes de suspense com a violência das animações criadas pelo quadrinista Lourenço Mutarelli. Além das excelentes atuações das atrizes Guta Stresser e Myriam Muniz, o filme conta com a participação de atores consagrados, como Wagner Moura, Lázaro Ramos, Matheus Nachtergaele e Selton Mello.

Serviço:
Data: 26/11/2010
Hora: 18h00
Local: Cine Teatro 14 Bis de Guaxupé

Entrada Gratuita


Confira a programação completa do 1º Festival Culturama, que acontece de 26 a 28 de novembro em Guaxupé:


Mais informações:


17 de novembro de 2010

ELETRONIKA em BH


Mais informações:

Curtas-metragens em inglês no Cineclube


CINECLUBE GUAXUPÉ apresenta:
Festival de Curtas-Metragens em Inglês

Sinopse:
Serão exibidos curtas produzidos por alunos do Ensino Médio, sob a orientação do professor Maurício Flamini.

Serviço:
Dia: 19/11/10 - sexta-feira
Hora: 18h
Local: Cine Teatro 14 Bis de Guaxupé

Entrada Gratuita

Realização:
Colégio OBJETIVO NHN

Apoio cultural:
Instituto 14 Bis - Cine 14 Bis - TecTer - Sicoob Acicredi - Beerock

16 de novembro de 2010

Festival Culturama

1º FESTIVAL CULTURAMA
Guaxupé - MG
Novembro / 2010

DIA 26 - Cine Teatro 14 Bis*
18h00 - Cineclube
Entrada Gratuita

Filme: Nina
Ano: 2004
Direção: Heitor Dhalia
Duração: 85 minutos

Sinopse:
Longa de estréia do diretor Heitor Dhalia (O Cheiro do Ralo). Livremente inspirado no romance "Crime e Castigo" de Dostoiévski. "Nina" combina o visual soturno dos filmes de suspense com a violência das animações criadas pelo quadrinista Lourenço Mutarelli. Além das excelentes atuações das atrizes Guta Stresser e Myriam Muniz, o filme conta com a participação de atores consagrados, como Wagner Moura, Lázaro Ramos, Matheus Nachtergaele e Selton Mello.

23h00 - Sarau
R$3,00 na portaria

Espaço aberto para leitura de textos em prosa, letras de música, poesias e esquetes.
+ MPBshows com Edson Parisi e Rafael Miranda (repertório focado em composições autorais).
+ Bar e discotecagem MPB

* Programação do dia 26 restrita a maiores de 16 anos.

DIA 27 - Teatro Municipal

20h00
R$5,00 na portaria

Exposição de Arte: Tereza Cardoso

Intervenção Teatral: AMPLI
O rock como transformador e amplificador de vidas. João é um jovem amargo que coleciona fracassos amorosos e profissionais. Sempre renegou o pai ausente, até que uma herança muda sua vida.
Texto e direção: Alysson Fernandes
Assistente de direção: Laise Vieira
Elenco: Fábio Fantini e Michelle Martins

ROCKshows:

A Carvoeira - Guaxupé / MG
Formada em meados de 2009, A Carvoeira dedicou um ano de sua existência somente à captação de sons e fusão de influências nos arredores montanhosos da cidade de Guaxupé, para depois transformar tudo em barulho elétrico e poesia. Vai da calmaria ao ruído, intercalando frases derretidas e ruídos alucinógenos. O show no Festival Culturama será sua estréia nos palcos.

P.U.B.I.S. - São Paulo / SP
Personagem da cena rock guaxupeana, Giuliano "Borba" foi baterista da saudosa Black Death e proprietário do Caravelas, bar que serviu de palco para várias bandas em meados dos anos 90. Hoje residente em São Paulo, "Giu" comanda o P.U.B.I.S, um power trio que produz um som envolvente e arrebatador. Um passeio por histórias cotidianas contadas de forma ardida.

DIA 28 - Coreto Kaled Cury
19h00

Ação Hip Hop
A cultura Hip Hop exposta em praça pública. Apresentações de Rap, duelo de MCs, Breakdance, Grafite, entre outras atividades.

Mais informações:

10 de novembro de 2010

8 de novembro de 2010

Cineclube Beerock 12/nov

Cineclube Beerock
apresenta


Documentário: Sex Pistols - Never Mind the Bollocks
Ano: 2002
Direção: Matthew Longfellow
Duração: 48 minutos

Documentário: Motorhead - Ace of Spades
Ano: 2004
Direção: Tim Kirkby
Duração: 48 minutos

Classificação: Livre

Sinopse:
Produzida na Inglaterra, a série "Classic Albums" é composta por documentários que mostram as histórias e os bastidores das gravações de grandes álbuns do pop e do rock mundial. Lançado em 1977, Never Mind the Bollocks é o primeiro e único disco dos Sex Pistols. O álbum provocou uma revolução sem precedentes na história do rock, mostrando ao mundo um som simples, visceral e polêmico.
Já Ace of Spades do Motorhead foi lançado em 1980 apresentando uma sonoridade crua, focada no peso e na velocidade. O disco influenciou inúmeras bandas, sendo considerado por muitos como o embrião do thrash metal.


Serviço:
Data: 12/11/2010
Hora: 18:00
Local: Cine Teatro 14 Bis de Guaxupé
Entrada Gratuita


Mais informações:


Realização: Coletivo Beerock
Apoio cultural: Instituto 14 Bis/ Cine 14 Bis/ TecTer/ Sicoob Acicredi

3 de novembro de 2010

A manifestação musical

Será realizada no dia 15 de novembro a oficina "A manifestação musical", do módulo Texto e Teatro. A oficina faz parte do curso de Iniciação Teatral, realizado pelo Instituto 14 Bis com apoio da Prefeitura de Guaxupé. As inscrições são gratuitas e abertas à comunidade.

Essa oficina integra também a programação da Semana da Consciência Negra, em Guaxupé, promovida pela Prefeitura Municipal.



Oficina: A manifestação musical
Convidada: Aline Moraes - flautista e educadora.

Aline toca flauta, faz pífanos (flautas de bambu) e é professora de flauta transversal. Tocou durante 7 anos no grupo de pífanos Flautins Matuá, grupo que pesquisa sobre Cultura Popular Tradicional. Faz parte do grupo CantaVento (www.myspace.com/cantavento). Hoje em dia dá aulas de Musicalização para crianças de 2 a 7 anos. Estudou Filosofia na Unicamp e faz o curso de Percepção Musical com o professor Ricardo Breim no Espaço Musical – SP.


Público-alvo: alunos do curso de Iniciação Teatral e comunidade.
Data: 15/11 (segunda-feira - Feriado)
Horário: 14h30 às 17h30
Local: Teatro Municipal de Guaxupé
Gratuito

Inscrições até: 11/11 - (na Secretaria do Instituto 14 Bis ou por telefone: 35 3551 6669)



1 de novembro de 2010

Cineclube Guaxupé 05/nov

CINECLUBE GUAXUPÉ
apresenta:


Filme: Cama de Gato
Ano: 2002
Direção: Alexandre Stockler
Duração: 93 minutos
Classificação: 18 anos

Sinopse:
Protagonizado pelo ator Caio Blat, o longa "Cama de Gato" narra a saga de três jovens de classe média em busca de satisfação imediata. No entanto, a busca desenfreada por diversão acaba gerando problemas que geram outros ainda maiores e assim sucessivamente como uma imensa bola de neve. Produzido com baixo orçamento e sem grandes aparatos técnicos, o filme passa uma imagem de produção caseira, em que o roteiro transgressor é o componente principal.

Serviço:
Data: 05/11/2010
Hora: 18:00
Local: Cine Teatro 14 Bis de Guaxupé
Entrada Gratuita

Realização: Instituto 14 Bis
Apoio cultural:  Beerock/ Cine 14 Bis/ TecTer/ Sicoob Acicredi

27 de outubro de 2010

Cineclube Guaxupé 29/out

CINECLUBE GUAXUPÉ
apresenta:


Filme: Sonhos (Yume/Dreams)
Ano: 1990
Direção: Akira Kurosawa
Duração: 119 minutos
Classificação: Livre

Sinopse:

Dividido em oito capítulos - oito sonhos diferentes que dialogam entre si - o filme traz a peculiaridade contemplativa do cinema do Japão, a música característica e os figurinos exóticos aos olhos do ocidente. Lidando com medos e vontades subconscientes, o filme traz desde um passeio por entre pinturas de Vincent Van Gogh até o recorrente pesadelo nacional com a radiação nuclear. A beleza da natureza e o horror de sua destruição, bem como tradições milenares, são os elementos que Akira Kurosawa combina em sua produção.

Serviço:
Data: 29/10/2010 - sexta-feira
Hora: 18:00
Local: Cine Teatro 14 Bis de Guaxupé
Entrada Gratuita


Realização: Instituto 14 Bis
Apoio cultural: Cine 14 Bis/ Beerock/ TecTer/ Sicoob Acicredi